domingo, 21 de agosto de 2011

AS LAVADEIRAS.



"Deve-se escrever da mesma maneira como as lavadeiras lá de Alagoas fazem seu ofício.
Elas começam com uma primeira lavada, molham a roupa suja na beira da lagoa ou do riacho, torcem o pano, molham-no novamente, voltam a torcer. Colocam o anil, ensaboam e torcem uma, duas vezes. Depois enxaguam, dão mais uma molhada, agora jogando a água com a mão. Batem o pano na laje ou na pedra limpa, e dão mais uma torcida e mais outra, torcem até não pingar do pano uma só gota. Somente depois de feito tudo isso é que elas dependuram a roupa lavada na corda ou no varal, para secar.
Pois quem se mete a escrever devia fazer a mesma coisa. A palavra não foi feita para enfeitar, brilhar como ouro falso; a palavra foi feita para dizer".

Graciliano Ramos

26 comentários:

  1. Que belo texto, leve, poético, mas contundente. Ai que bom: você reabriu o Caderno!
    Concordo com Graciliano e cito o Pessoa: "põe o que és naquilo que fazes". Há que cuidar das palavras. Beijos, amiga. Angela
    http://noticiasdacozinha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Concordo com o Graciliano, palavras são feitas para dizer, gostem ou não.
    beijos bom final de semana.

    ResponderExcluir
  3. Da arte poética!...
    Com efeito, a palavra foi feita para dizer. É por isso que o acto da escrita nem sempre é pacífico. Ele implica esforço e muito trabalho.
    Gostei da comparação.

    L.B.

    ResponderExcluir
  4. Muito belo e sábio. Adoro Graciliano Ramos.

    ResponderExcluir
  5. Que belo texto! Verdade, minha mãe sempre diz: pensa bem antes de falar, pois a palavra tem muita força e não volta atrás. Este texto também me remete a um tempo quando éramos crianças e minha avó e minha mãe eram lavadeiras e nós nos divertíamos muito brincando nas águas do velho rio. São doces lembranças que ficam gravadas em nossa memória, pois fazem parte de um tempo que o progresso silenciou...Hoje, quando visito o velho rio, já não ouço a algazarra da criançada nas suas margens, nas suas águas. Já não se ouve mais o ritmo dos batedores, nem as roupas alvas nas reboleiras das árvores, hoje só o silêncio, mais nada. Lindo texto, belas recordações!
    Tenha um lindo fim de semana.
    Bejos
    Zelia

    ResponderExcluir
  6. Parece-me que tem muita razão e que deveria ser assim. Cuidar da nossa escrita e das nossas palavras.
    Voltar no dia seguinte e voltar a ler e a corrigir. Limpar as ideias repetidas e os erros de simpatia.
    Hoje muitos escrevem sem regras nem arte.
    Neste seu texto atribuo vinte pontos na escala de de zero a vinte.

    ResponderExcluir
  7. Sensacional!!!! estou numa crise na profissao, sobre escrever....
    essa citacao disse tudo....
    obrigada!!!!
    to seguindo já

    ResponderExcluir
  8. Ai o anil! já me tinha esquecido que existira esse produto. bom fim de semana

    ResponderExcluir
  9. Nesta terra linda e verde
    As pedras guardam mil e um segredos
    Um arpão rasga o ar na procura do mal
    Um traidor veste um fato de mil medos

    As águas lavarão a lama do caminho
    O vento alisará as pegadas na areia do Mar
    O tempo ficará suspenso por um momento
    Para eu…Orar, Caminhar, Amar…

    Mágico beijo

    ResponderExcluir
  10. Amiga, se a palavra fosse lavada havia muita gente que não fazia mais nada. Sujam-na tanto que se esquecem que a boca também fica suja. Gostei muito. Beijos com carinho

    ResponderExcluir
  11. ola, como estão as coisas.
    EU passei um tempo sem postar só vivendo do ócio de refletindo, mas a gora to de volta. Dê lá uma passada no meu espeço, vou ficar lisongeado com a sua presença.
    http://otaviomsilva.blogspot.com/
    Forte abraço, F. Otávio M. SIlva

    ResponderExcluir
  12. Belo recado para quem gosta de escrever.

    Digitar apenas, sem ler o que escreve, nem pensar.

    Maravilha!

    ResponderExcluir
  13. Olá, querida
    A palavra tem força e poder...
    Bjm de paz

    ResponderExcluir
  14. Sábio ensinamento de um grande escritor. Tenha um ótimo final de semana.

    ResponderExcluir
  15. Menina sinto saudades de tuas postagens, passo tempos sem ter noticias suas, desisto, esqueço e de repente teu nome vem no meu pensamento, sabe hoje vou ver teus três blogs e de certo em algum haverá uma postagem recente, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  16. Passei por aqui para deixar um abraço,
    Sandra

    ResponderExcluir
  17. Olá, querida

    " Das alturas orvalhem os céus,
    E as nuvens que chovam justiça,
    Que a terra se abra ao amor
    E germine o Deus Salvador"...

    Fico tão sem palavra para agradecer o carinho imensurável com que me cumula ao longo do ano que só posso lhe dizer que te amo fraternalmente...
    Seja muito abençoada e feliz, amiga!!!
    Bjm de paz e FELIZ NATAL... apesar de qualquer vestígio de dor em seu coraçãozinho....

    "Quando eu estiver contigo no fim do dia, poderás ver as minhas cicatrizes,

    e então saberás que eu me feri e também me curei."

    Tagore

    ResponderExcluir
  18. Você é especial. Tem um selinho para você em meu blog.
    Bjs

    ResponderExcluir
  19. Que alegria vir de novo encontrar os nossos Amigos no etéreo espaço desta Internet que une gentes de todos os lugares!

    Temos tido anos muito difíceis, mas hoje consegui actualizar os nossos quatro blogues principais. No Poesia Viva está um Poema lindo do José António, no Caminho do Coração estão os nossos votos de novo ano e no Observatório uma espécie de prece...
    No Newsletter from Lisbon também há um novo post.

    Abraços,

    Isabel


    We are back to blogging after a long absence. We take the opportunity to wish all of our friends a very Happy New Year with plenty of opportunities for Inner Growth and Happiness and always with the Light of true GOODNESS in our Hearts!

    Isabel and José António

    Lisbon 30th December 2011

    ResponderExcluir
  20. OLÁ, QUERIDA
    Que o seu Novo Ano seja repleto de realizações e bênçãos!!!
    Um Novo Olhar sobre todos os segmentos da sua vida e em todos os níveis do seu viver...
    Novas alegrias e nova paz de espírito...
    Novos horizontes a alcançar...
    Novos ações, novas intenções e novas operações...
    Viva 2012 que chega pra ficar e nos renovar!!!
    Seja muito abençoada e feliz!!!
    Bjm festivo

    ResponderExcluir
  21. Querida amiga,

    Quisera a palavra não se prenda no tempo e que de tão breve e serena seja plena de liberdade!

    A tua presença é motivo de alegrias nesse espaço. Volte o mais breve possível pois sentimos suas falta

    Um beijo carinhoso no seu coração e tenha uma abençoada semana!

    Deus seja contigo

    ResponderExcluir
  22. OLÁ, querida Silvana
    Estive ausente pela Quaresma...

    Páscoa é:

    "Coragem é a resistência ao medo,
    domínio do medo,
    e não a ausência do medo."
    (Mark Twain )

    SAIR DO PRÓPRIO TÚMULO

    Jesus libertou-me... enviou-me anjos para me soltar das amarras que me prendiam...

    Apóstolo Pedro: “precisamos dar razões que justifiquem a nossa Esperança” (1Ps 3,15).

    FELIZ PÁSCOA PARA TODOS NÓS!!!
    Abraços fraternos de paz

    ResponderExcluir
  23. Querida Sivana,

    Adorei este texto, bem lindo, bem ao jeito das histórias tradicionais que você gosta e nos transmite. Este tem uma mensagem muito interessante. Lindíssimo.
    Se calhar vou roubar descaradamente, com um link para cá e com os devidos créditos.

    Tenho saudades de ir ao seu sítio "Foi desse jeito que eu ouvi dizer", o tempo corre e muitas vezes nos perdemos no caminho. Estou visitando todos os amigos que fiz ao longo do tempo. O teu blog que referi atràs, para mim é um dos melhores. Um dia que saia continuarei a visitar aqueles que me disseram muito, que usaram a palavra como refere este texto.
    Obrigada pela partilha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  24. "Vivo"
    Que o brilho dos seus olhos, as vezes, e o que me importa, numa tarde como essa, e a esperança de te ter, e o que me mantém alerta, e o que me mantém "vivo". (Cláudio Costa)

    ResponderExcluir